Não existe cirurgia milagrosa e dieta mágica. Existe foco, disciplina, perseverança e NUNCA desistir

Weight Loss Center - Your Online Weight Loss Support Group

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Cirurgia Robótica é massa

Amigas, estou bem, e vou detalhar todo os passos que dei no dia da cirurgia, incluindo emoções, sensações, aventuras e desventuras que vivi.
Mas antes, gostaria de falar um pouco sobre a cirurgia robótica de que fui submetida.

O Rio de Janeiro ganhou no ano passado, o único centro cirúrgico robotizado da cidade, no Hospital Samaritano, em Botafogo, na Zona Sul. 
O Robô da Vinci.
11 médicos do hospital Samaritano, sendo um deles o meu cirurgião, Dr. Luíz Alfredo Vieira D´Almeida, foram escolhidos e passaram por um treinamento, durante uma semana, no serviço de cirurgia robótica do Florida Hospital Celebration Health, nos Estados Unidos, na Flórida.
O local é referência mundial em cirurgia robótica, com médicos que possuem a maior experiência no mundo neste tipo de procedimento - cirurgia minimamente invasiva e com resultados extremamente eficazes. 

Nas salas de cirurgia atuais, é possível encontrar dois ou três cirurgiões, um anestesista e muitos enfermeiros, até mesmo na mais simples das cirurgias. A maioria das cirurgias requer aproximadamente uma dúzia de pessoas na sala.
Com toda a automação, os robôs cirúrgicos possivelmente eliminarão a necessidade de algumas dessas pessoas. No futuro, talvez a cirurgia requeira somente um cirurgião, um anestesista e um ou dois enfermeiros. Nessa sala de cirurgia, o médico sentará em um console de computador, dentro ou fora da sala de cirurgia, usando o robô cirúrgico para efetuar aquilo que antigamente exigia uma equipe bem maior.



Manter menos pessoas na sala de cirurgia e permitir que os médicos tenham a capacidade de operar um paciente a longa distância pode diminuir o custo das cirurgias. Além da redução de custo, a cirurgia robótica possui diversas outras vantagens sobre a cirurgia convencional, incluindo o aumento da precisão e redução do trauma para o paciente.

A robótica também diminui a fadiga que os médicos experimentam durante as cirurgias, que podem durar várias horas. Os cirurgiões podem ficar exaustos durante essas longas cirurgias e, como resultado, sofrer tremores nas mãos. Mesmo as mãos firmes do médico mais experiente não podem se igualar às do robô cirúrgico. O sistema da Vinci foi programado para ignorar os tremores da mão do médico e manter o braço mecânico estável.

Em resumo as vantagens robótica são muitas e eu diria que a principal é que a margem de erro de um robô é muito menor. Ele tem movimentos muito mais precisos e trabalha com várias mãos, cada pinça que entra na cavidade abdominal seria uma mão do robô, que pode ir trabalhando com elas simultaneamente. É fantástico


Embora os robôs cirúrgicos ofereçam algumas vantagens, ainda estamos longe do dia em que robôs farão operações sem intervenção humana. No entanto, com os avanços na potência dos computadores e na inteligência artificial, pode ser que, ainda neste século, um robô seja projetado com capacidade para localizar anormalidades no corpo humano, analisá-las e operá-las, corrigindo-as sem qualquer orientação humana


Postar um comentário

Receba as postagens por e-mail